Pular para o conteúdo principal

Postagens

Sobre o hábito de jogar objetos

Olá pessoal!

Estamos vivas e respirando. Aconteceram centenas de coisas em 2018 mas, enfim, para resumir: nos mudamos para o interior, estamos reformando a casa nova, mamãe sem tempo, tudo novo, tudo diferente, apenas o nosso amor uma pela outra continua o mesmo.

Hoje gostaria de falar rapidamente sobre o péssimo hábito de jogar objetos, aí você pode pensar: "mas os bebês fazem isso!", sim eu sei, porém estou falando de uma criança de 8 anos, amiga de minha filha.
Quando os bebês estão na temerosa fase dos terribles twos, os pais meio que por desespero descobrem que entreter a criança lançando e agarrando objetos é uma boa distração.Legal!
Porém, quero aqui ressaltar que não sou especialista mas que em Montessori e na vida, entendo que o momento para se fazer isso é nas horas de brincadeira ao ar livre e com uma bola. Qualquer outro objeto sendo lançado cria a ideia de que se pode jogar tudo. Foi o que aconteceu em minha casa com esta criança, ela lançou um objeto de vidro …
Postagens recentes

Adeus dentes de leite!

Caíram os dentes de leite e os chicletões estão surgindo dando início a um novo setênio...




Liberte-se!

Decorar o lar com amor

Partindo do princípio de que os interesses da criança darão o norte para a evolução da decoração do quarto e dos espaços na casa em que tenha liberdade para decorar a seu gosto, sugiro que busquemos juntos elaborar espaços mais pessoais, criativos e livres de personagens.

Veja algumas ideias de decoração autêntica e divertida com a participação das crianças:












Aniversário de 7 Anos da Cecília

Estou meio sumida - eu sei - mas estou aqui para revelar o motivo. Estava organizando um picnic para o aniversário de 7 anos da Cecília e planejando uma guinada na carreira profissional.
Bom, vamos ao fatos: decidimos fazer um picnic no parque, simples, minimalista e divertido como tudo o que fazemos por essas bandas. Nada de excesso de convidados, comidas empacotadas e música alta, apenas uma família, os melhores amigos e seus pais.
A festinha foi um sucesso, apesar da falta que meu pai e eu sentimos da minha mãe que no ano passado estava aqui em casa comigo ajudando a preparar tudo.Ela ficava super feliz quando tinha festa e eu pedia sua ajuda. Que Deus nos console, mas o show tem que continuar!
Para comer preparei sanduíches de pão de metro nos sabores atum e presunto com queijo, minha amiga Rany fez esfihas de carne, frutas frescas (maçã, goiaba e morangos), mix de nuts e de bebidas água, mini refrigerantes e muito suco (nada alcoólico por ser num parque).
O local escolhido foi o …

7 anos de puro amor

É hoje, o dia em que minha pequena apressadinha escolheu para vir a este mundo. Ela trouxe luz para nossas vidas e me ensinou o significado do amor verdadeiro e incondicional.
Cecília, desejo que Deus te conceda longos anos de vida e cresça em estatura e em sabedoria.
Jamais tenha dúvidas de que você é o grande amor da minha vida.

Feliz aniversário Cecília!




Depressão pós parto e rede de apoio

Depressão pós parto é um tema polêmico, mas mesmo após tantos artigos e debates, continua sendo um tabu para a maioria das pessoas.
Precisamos falar sobre depressão. Eu tive, algumas pessoas próximas tiveram e não, não é nada legal.
Segundo uma pesquisa da Fiocruz, 1 a cada 4 mães brasileiras tem depressão pós parto, e pasmem, as famílias ainda estão longe de conseguir identificar os sintomas, levar a doença a sério e buscar ajuda para essas mulheres.
Quando a Cecília nasceu eu tinha uma verdadeira rede de apoio. Pela manhã tinha o pai dela, meu ex marido, durante a tarde tinha minha adorável sogra (pessoa por quem sou imensamente grata até hoje) e à noite minha mãe era quem me ajudava e muitas vezes até dormia na minha casa.
Não eram pessoas para me ajudar a cuidar do bebê, eram pessoas que me ajudavam a não pirar. Me lembravam de tomar vitaminas, olhavam o bebê para eu tomar banho ou tirar uma soneca, cozinhavam, saíam para comprar coisas, tiravam o lixo para fora e o principal, co…